Leishmaniose: como se prevenir!

29/06/2017 15:18

Leishmaniose 

 

A Leishmaniose é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida ao homem, e é causada por um protozoário transmitido por meio de picada da fêmea do mosquito-palha infectado - Lutzomyia longipalpis! É uma doença que pode levar à morte em 90% dos casos, quando não é tratada!

 

A cidade de Valinhos já tem alguns casos confirmados, e ainda há 144 cães aguardando o resultado do exame para confirmação! É uma doença que há pouco tempo não era vista em nossa região mas que agora tem se espalhado por todo o estado de São Paulo!

 

Por isso devemos tomar as medidas de prevenção à doença, pois é uma doença muito grave!

 

Os sintomas apresentados pelos cães são:

  • perda de peso,
  • queda de pelos,
  • lesão nos olhos,
  • crescimento e deformação das unhas,
  • paralisia das pernas e
  • desnutrição.

Um ou mais desses sintomas podem começar a se manifestar em até dois anos, porém, mesmo sem a manifestação da doença o cão infectado pode transmitir o protozoário ao mosquito, porque fica alojado mais em nível cutâneo. Já em humano a transmissão não é registrada, pois a doença acomete mais as vísceras.

 

Como é uma doença transmitida pelo mosquito-palha, temos que evitar sua proliferação, e também fazer uso de repelentes para que eles não se aproximem!

 

O mosquito se reproduz em matéria orgânica em decomposição, como montes de folhas, restos de grama e de poda de árvores deixados em lugares úmidos e sombreados, então, devemos evitar o acúmulo desses materiais próximos à nossa casa!

É recomendada colocação de telas nas portas, janelas e abrigo dos cães para impedir entrada do mosquito, que tem hábito noturno.

 

Um dos meios mais eficazes de proteção contra o mosquito-palha é o uso da coleira que repele o mosquito-palha, evitando assim a infecção do cão! Dentre ela temos a Scalibor e a Leevre, ambas são eficazes contra o mosquito-palha e também contra pulgas e carrapatos!

 

Outro meio eficaz de prevenção são as vacinas contra Leishmaniose! Elas devem ser aplicadas em 3 doses com intervalos de 21 dias entre elas, e depois anualmente, com apenas 1 dose!

Antes de aplicar a vacina, é necessário fazer um exame clínico bem detalhado e exames laboratoriais para ter certeza que o animal não está infectado!

 

Aqui na Clínica É O Bicho temos a vacina e também as coleias para total proteção de seu animalzinho!

 

Quer deixar seu animalzinho totalmente protegido? Venha conversar com a gente!!! Estamos aguardando vocês!

 

Texto: Dr. Tiago Montaldi

CRMV/SP 24.624