Retirada de tumor de mama

 

O tumor de mama em cadelas é, em diversos aspectos, muito semelhante ao da mulher. "Eles têm os mesmos agentes etiológicos, ou seja, as mesmas causas de desenvolvimento como, por exemplo, a dieta rica em gordura ou fatores genéticos”.
O tumor de mama tem origem genética mas em muitos casos, pode ser desencadeado pelo uso intenso de anticoncepcionais (são os principais agentes promotores). A idade também tem sua influência. A maior incidência de câncer está nos animais com mais de sete anos de idade.
Procure observar se há algum nódulo nas mamas de seu animal e se houver qualquer indício de tumor, leve-o até a clínica para um diagnóstico precoce. "Da mesma forma que a mulher faz o exame da mama para tentar descobrir o tumor precocemente, o proprietário, ao detectar pequenos nódulos, deve trazer o animal para ser examinado". Os exames permitem fazer uma prevenção e permitem a detecção precoce de lesões pequenas.
Ao contrário do que muitos imaginam, a neoplasia, (nome correto do tumor maligno) não causa dor, não há febre e o animal não reclama. Os principais problemas dos tumores de mama que não são retirados precocemente, são as metástases em outros órgão, principalmente pulmões e a ruptura desse tumor, formando uma ferida no local, o que causa muito incômodo e dor ao animal. Como a detecção se faz pelo aumento do volume, a observação do proprietário é fundamental. Faça palpações periódicas em toda as mamas de sua cadelinha/gatinha!!!

Machos também podem apresentar o problema, embora seja raro!

A cirurgia de retirada dos tumores de mama é relativamente simples mas deve ser feita o mais precocemente possível, evitando-se metátases em outros órgãos, muito comum em cadelas com tumores bem antigos.